Últimas Notícias

recent
EC Bahia,

Bahia começa na frente mas leva goleada nos EUA

Não foi bem o passeio à Disney que os torcedores tricolores esperavam. Poupando jogadores e colocando quase todo elenco em campo, o Bahia foi goleado pelo Orlando City por 6 a 1 em amistoso realizado neste sábado (27) no Citrus Bowl, nos Estados Unidos. Preparando-se para o início do campeonato norte-americano, os Lions não perdoaram a equipe brasileira e quebraram a invencibilidade do Esquadrão de Aço na temporada 2016.

Nem bem o confronto se iniciou, o Tricolor de Aço parecia que daria trabalho ao clube local. No primeiro ataque da equipe, Zé Roberto recebeu a bola sem marcação e tocou entre as pernas de Bendik para ver a bola morrer no fundo do gol.

Buscando a resposta rapidamente, o Orlando subiu a sua marcação e teve o primeiro lance de perigo a seu favor aos 6 minutos, com Dedé derrubando Larin na entrada da pequena área. Entretanto, a cobrança de Kaká acaba interceptada pela defesa tricolor.

Com jogo aberto no meio-campo, as duas equipes flertavam com as defesas adversárias e criavam um confronto movimentado no Citrus Bowl. Dessa maneira, não demorou para os donos da casa chegarem ao empate. Em escanteio cobrado por Kaká, a bola passa por cima de toda a defesa baiana e sobra para Hines completar de cabeça e deixar tudo igual.

Aos 18 minutos, a partida diminuiu o seu ritmo com as duas equipes passando a tocar mais a bola e o Bahia tentando preservar os seus atletas em meio as jogadas mais duras do time norte-americano, que passou a dominar os lances ofensivos do amistoso.

Entre muitos passes errados, os Lions tiveram a chance de virar o confronto aos 26, quando Larin recebeu passe de Shea e ficou frente a frente com Lomba, mas acabou colocando a bola por cima da meta brasileira. Aos 27 foi a vez de Kaká, que driblou a defesa adversária e chutou para defesa segura do arqueiro.

Com os atacantes bem anulados, o Esquadrão de Aço não conseguia esboçar lances de perigo e assistia o Orlando City chegar mais vezes a meta tricolor. Aos 29, Pedro Ribeiro tocou para Larin, que chutou de primeira e pegou mal na bola.

Utilizando dos contra-ataques para surpreender o adversário, os anfitriões conseguiam criar lances mais efetivos na partida. Aos 34, Kaká cobrou mais um escanteio e viu a bola ser retirada por Lomba em uma confusão na defesa soteropolitana. Um minuto depois, o jogador brasileiro mais uma vez se destacou ao receber a bola de Molino e parar em bela defesa do goleiro tricolor.

Aos 38, uma trapalhada dos estadunidenses quase terminou em tragédia para a torcida local. Bendik saiu errado e acertou Hernane, fazendo a bola voltar para a pequena área e passar perto da meta da equipe roxa.

Na segunda etapa, o Bahia voltou a ser rápido nos lances de ataque, mas dessa vez ficou devendo o gol. Com um minuto, Cristiano partiu entre os marcadores e bateu forte a esquerda do gol de Bendik.

Com melhor postura que na primeira etapa, o Tricolor pressionava os anfitriões dentro de sua própria defesa e não deixavam os comandados de Adrian Heath construir jogadas no tempo complementar.

Entretanto, aos poucos os Lions voltaram a igualar o controle de bola, levando uma leve superioridade em lances construídos pelo meia-atacante Kaká. E em um deles, veio a virada dos norte-americanos. Aos 13, novo escanteio do brasileiro terminou mais uma vez em cabeçada de Hines, que não teve dificuldades de superar Jean no lance e fazer a alegria dos torcedores locais.

O gol do time da Flórida parecia não ter afetado o Bahia, que seguia na busca por mais um gol na partida amigável. Mas sem conseguir superar a defesa do Orlando, os comandados de Doriva apenas esboçavam chutes de fora da área que não levavam perigo aos norte-americanos. E com vários erros na zaga baiana, não demorou para os anfitriões chegassem ao terceiro gol. Aos 26, Kaká repetiu a sua jogada habitual no confronto e encontrou Hines mais uma vez para se consagrar na partida.

A vantagem construída fez os Lions diminuirem os seu ritmo, mas não reduziram a sede de gols. Aos 34, Pedro Ribeiro se aproveitou de bola mal afastada por Tinga e chutou de primeira em Jean, que não conseguiu defender e viu a bola entrar em sua própria meta.  Logo depois, aos 41, Hines e Kaká repetem a fórmula de sucesso na cobrança de falta e levam requintes de crueldade para a partida amigável entre as duas equipes.

O que já era ruim ficou pior aos 42. Tentando deixar o seu, Kaká acabou anulado por Jean, que saiu errado no lance e viu Cerén tocar de cobertura para fechar o caixão no Citrus Bowl. Juninho tentou diminuir para os brasileiros, mas acabou em bela defesa de Bendik.

FICHA TÉCNICA
Orlando City x Bahia
Amistoso internacional
Local: Estádio Citrus Bowl, em Orlando (FL)
Data: 27/02/2016
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Ted Unkel
Assistentes: Kevin Klinger e Matthew Miscannon
Gols: Zé Roberto, Hines (3x)
Cartão Amarelo: Rafael Ramos, Rômulo

Orlando City: Bendik; Shea, Mateos, Hines e Rafael Ramos; Carrasco, Cerén, Molino (Winter) e Pedro Ribeiro; Kaká e Larin. Técnico: Adrian Heath

Bahia: Marcelo Lomba (Jean), Hayner, Gustavo (Robson), Dedé e Moisés (João Paulo (Tinga)); Yuri (Danilo Pires), Paulo Roberto (Juninho) e Rômulo; Luisinho, Hernane (Cristiano) e Zé Roberto. Técnico: Doriva.
Bahia começa na frente mas leva goleada nos EUA Reviewed by Bahiaço TV on 09:16:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos reservados a Baianos Online © 2014 - 2018
Desenvolvido por Rodrigo Melo,

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Baianos Online. Tecnologia do Blogger.