Últimas Notícias

recent
EC Bahia,

Departamento médico do Bahia comenta sobre situação dos atletas


Além da derrota para o Vila Nova na última terça-feira (5), o Bahia ganhou preocupações para a sequência da disputa da Série B. Durante a partida contra o time goiano na Arena Fonte Nova, o zagueiro Lucas Fonseca e o atacante Hernane Brocador deixaram o campo por lesões. Nesta quarta-feira (6), os dois jogadores passaram por uma avaliação do departamento médico.
 
Entrevistado pelo programa do Esquadrão, da Sociedade FM, o médico Daniel Araújo deu um panorama sobre a situação dos jogadores recém-chegados ao "estaleiro" e também explicou o momento do goleiro Marcelo Lomba, que tem uma fissura em um osso do tórax, e do meia Régis, já recuperado de um estiramento na coxa. 

Confira as palavras do médico tricolor:
 
Lucas Fonseca
 
"O Lucas sentiu uma dor muscular na região do adutor esquerdo. Avaliei o atleta e ele estava sentindo o incômodo. Conversei com a comissão técnica e achamos melhor tirar o atleta do jogo. Fez tratamento, foi medicado, está melhor da dor e existe uma suspeita de que seja uma dor muscular. Vamos manter o tratamento intensivo, vou avaliar o atleta e verificar a necessidade de um exame. Caso a dor continue, pode ser que seja preciso fazer uma ressonância para ver se há uma lesão mais séria".
 
Hernane
 
"No choque com o goleiro ele teve uma entorse no tornozelo direito, estava com dor. Tentou ficar no jogo, mas como a dor atrapalhou, ele pediu para sair. No momento não tinha muito edema, mas teve dor local. Liberamos o atleta para descansar e indicamos tratamento em domicílio. Ele irá se reapresentar e será reavaliado. Se tiver edema, vamos indicar como ele deve treinar, mas possívelmente ele deve ficar na fisioterapia e seguir com o grupo para Porto Seguro. Não é nada grave que vai tirá-lo dos treinamentos ou dos jogos".
 
Régis
 
"Ele teve um estiramento grau 1, quando você tem alongamento do músculo, causa edema e isso atrapalha. Se ficar treinando ou jogando, pode romper o músculo. Por isso, é preciso um tempo parado para recuperar este músculo. O atleta está sem dor, foi liberado para a transição e agora está entregue ao departamento físico".
 
Marcelo Lomba
 
"Ele teve um trauma direto na região do tórax, em um osso que protege as estruturas nobres, como coração, pulmão. A ressonância acusou uma fissura. Em torno de duas semanas, a fissura já pode estar consolidada. Enquanto houver dor, vai evitar fazer trabalho com os membros superiores. Ele está fazendo tratamento na fisioterapia, tomando medicamento e, para não ficar parado, está treinando com os membros inferiores para não perder o condicionamento".
Departamento médico do Bahia comenta sobre situação dos atletas Reviewed by Baianos Online on 09:07:00 Rating: 5

Um comentário:

Todos os direitos reservados a Baianos Online © 2014 - 2018
Desenvolvido por Rodrigo Melo,

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Baianos Online. Tecnologia do Blogger.